Tags

Em nome da Associação Bom Pastor – Pastoral do Menor, Luciano Fontelle de Paula Filho utilizou a Tribuna Popular da Câmara ao final da sessão ordinária desta terça-feira, 20, para apresentar aos vereadores o Projeto Agitação. Com dez anos de atuação, a Pastoral do Menor atende mais de 15 bairros no município, ultrapassando o número de 700 jovens assistidos anualmente.

O Projeto Agitação está incluído nos novos convênios de associações com a prefeitura, que em breve devem passar por aprovação do Legislativo.

Com duração de seis meses, o projeto tem como objetivo gerar autonomia e servir como agente transformador nos próprios bairros.

Serão 330 jovens atendidos em 13 comunidades periféricas, incluindo no programa temas como juventude, segurança, esporte, lazer, cultura e meio ambiente.

Luciano apresentou números relacionados aos jovens que atualmente representam 27% da população de Sorocaba totalizando 158 mil pessoas entre 15 e 29 anos.

O orador também destacou que as políticas públicas direcionadas aos jovens, em sua maioria, são focadas ao uso de drogas e a criminalidade. “Temos o histórico de tratar o jovem como atendido. Estamos perdendo a chance de tratá-lo como parceiro”, concluiu.

A atuação do jovem e o trabalho da pastoral foram elogiados pelos parlamentares presentes que defenderam a criação de políticas positivas relacionadas aos jovens. Os vereadores também lamentaram e criticaram a extinção da Secretaria de Juventude anunciada pelo Executivo para a reforma administrativa.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios