Tags

, ,

Durante os oito anos em que foi prefeito de Sorocaba, assim como ocorreu durante os oito anos em que foi o secretário municipal da Saúde de Sorocaba, Vitor Lippi virou motivo de comentários e piadas entre colegas e funcionários do Paço Municipal quando o assunto era a pontualidade para seus compromissos.

Como a agenda do Parque Tecnológico de Sorocaba ainda não é apertada, ninguém fala nada sobre sua pontualidade. Mas todos notaram sua pontualidade, ou melhor, o fato de chegar bastante adiantado (em torno de meia hora ou 40 minutos) para participar da plenária da edição 2013 do “Prefeito no Bairro”.

Nas três reuniões realizadas até o momento, no Jardim Ipiranga, Parque das Laranjeiras e Éden Vitor Lippi chegou antes do prefeito Pannunzio e seu staff e conversou com os moradores das regiões.

O que se ouviu foi o seguinte: quando um morador tinha elogios às ações da prefeitura, Lippi agradecia como se ele fosse ainda o prefeito.

Mas quando o morador tinha críticas, Lippi explicava que o erro será corrigido e que em 2016 ele estará de volta.

Funcionários que trabalharam na organização das três plenárias relataram esse comportamento de Lippi aos superiores que, por sua vez, já levaram o assunto a Pannunzio.

Fosse vinte anos atrás, quando Pannunzio foi eleito prefeito pela primeira vez, Lippi já teria levado um corretivo pelo que é considerado abuso.

Mas com a experiência que tem hoje, Pannunzio tem tido paciência e buscado oportunidade para conversar com Lippi e pedir que ele se comporte com respeito ao seu mandato.

O que menos interessa a Pannunzio é sair como vilão num eventual rompimento com Lippi. Mas não terá nenhum problema em fazer isso caso se sinta desrespeitado.

A primeira atitude de Lippi interpretada como desrespeitosa foi logo na posse, no primeiro dia do ano.

Lippi berrava e vibrava como se ele estivesse assumindo o cargo ou como se tivesse sido ele, e não Pannunzio, o vencedor.

A segunda atitude foi ter batido o pé que preferia ter sido escolhido (como acabou sendo) presidente do Parque Tecnológico.

O que se ouvia na época era que Pannunzio preferia que Lippi tocasse sua vida política longe do seu governo.

A terceira vez foi na inauguração do miniterminal de ônibus da Vila Hortência, novamente Lippi exagerou em sua participação no palanque.

De lá pra cá, Lippi estava se comportando. Mas se sua atitude nas plenárias se repetir, “no mínimo, vamos enquadrar ele”, contou a esse blog tucano ligado ao Poder Executivo.

Na Casa do Cidadão Brigadeiro Tobias, nesta sexta-feira (26/7/13), a partir das 18h30, acontece a quarta plenária da edição 2013 do “Prefeito no Bairro”. É mais uma oportunidade para se observar qual será o comportamento de Lippi.

Para o prefeito Antonio Carlos Pannunzio e secretários municipais, por sua vez, a plenária é a chance de prestar contas das ações da Prefeitura e ouvir dos moradores desta região sugestões, reivindicações e propostas de investimentos ao Orçamento Municipal de 2014.

No site oficial da Prefeitura de Sorocaba, o prefeito Pannunzio avalia como positiva a participação dos sorocabanos nas três reuniões realizadas até o momento, no Jardim Ipiranga, Parque das Laranjeiras e Éden.

“Este contato direto é uma excelente oportunidade para a Prefeitura prestar conta do que está fazendo e do cidadão fazer sua reivindicação diretamente, dentro da maior transparência e participação possíveis”, ressalta.

Os dois próximos encontros do “Prefeito no Bairro” serão nas Casas do Cidadão da Avenida Ipanema (2 de agosto) e nas futuras da Avenida Nogueira Padilha (9 de agosto), sempre às 18h30.

Fonte: Blog do D da Questão

Anúncios