Tags

, , ,

Mais de R$ 509 milhões é o valor que os vereadores de Sorocaba terão de devolver aos cofres públicos se a ação civil proposta pelo Ministério Público for acatada pela Justiça, no caso das emendas parlamentares destinadas às entidades.

Dividido em 21 vereadores, cada um terá de ressarcir pouco mais de R$ 24 milhões.

Ouça a entrevista completa em www.cruzeirofm.com.br/Anselmo_09072013.mp3;

Uma cifra que, segundo o vereador Anselmo Neto (PP), seria impossível de ele pagar: “Eu não tenho nem R$ 1 milhão na minha conta”, afirmou o parlamentar em entrevista ao vivo no Jornal da Cruzeiro Primeira Edição desta segunda-feira, transmitido pela rádio Cruzeiro FM (92,3 MHz).

Junto a ele, participou o vereador Luís Santos (PMN), que reclamou da situação à qual foram colocadas as entidades assistenciais, dizendo que sempre quando há qualquer problema relacionado a finanças quem sofre com isso é o setor de assistência social que muito ajuda a prefeitura, que não teria condições de suportar sozinha as assistências feitas pelas entidades.

Ambos os vereadores afirmaram que não têm como um parlamentar beneficiar-se das emendas repassadas às entidades, já que são várias, de diversos segmentos.

No entanto, dizem eles, para o prefeito essa condição é mais favorável, pois ele mesmo poderia indicar aquelas entidades que necessitam e, como ele é um, as entidades trabalhariam somente para um candidato, enquanto para vereador é mais de um.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul