Tags

, ,

O prefeito Antonio Carlos Pannunzio decretou no final da tarde desta terça-feira (30), estado de emergência com objetivo de restabelecer os serviços de coleta de lixo na cidade, em razão da possibilidade de paralisação dos funcionários da empresa Gomes Lourenço, responsável pelos trabalhos.

É a segunda vez neste ano que a Prefeitura decreta estado de emergência – a primeira foi no último dia 7 de março, devido à interrupção dos serviços pela contratada.

Com o objetivo de não prejudicar a limpeza da cidade e a qualidade de vida da população, a Secretaria de Parcerias (Separ) trabalha até com a hipótese de estabelecer um contrato emergencial para atendimento de 100% de coleta, caso o serviço atual não seja normalizado o mais rápido possível.

Além dos problemas inerentes à falha do serviço, os resíduos acumulados são potenciais criadouros dos mosquitos da dengue, podendo assim, proliferar o avanço da doença na cidade.

A Prefeitura deixa claro que está acompanhando o caso junto ao sindicato da categoria, o Sinetur, por meio de contatos com a sua diretoria, também preocupada com os direitos dos trabalhadores e o cumprimento das obrigações trabalhistas.

“A gente espera o profissionalismo da empresa junto ao cumprimento do contrato, para que não sejam necessárias outras medidas, e evitar assim, eventuais prejuízos a população”, afirmou Clebson Ribeiro, secretário de Parcerias.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios