Tags

Desenvolver não precisa ser sinônimo de depredar. Com este enfoque, o Fórum Parlamentar Municipal, evento que integra o Fórum Social Temático, recebeu dezenas de vereadores e representantes de movimentos sociais, na tarde desta segunda-feira (28/01), na Câmara Municipal de Porto Alegre.

Palestrante principal do evento, Oded Grajew apresentou o projeto Cidades Sustentáveis. “Quando  usamos a expressão ‘cidades sustentáveis’ não estamos nos referindo a algo distante ou abstrato, mas sim à vida das pessoas e, por isso, precisamos de metas objetivas e plausíveis”.

As cidades que ingressam no projeto devem cumprir metas que vão do aumento no número de redes de esgoto até a qualificação dos espaços verdes. “A transformação social não está apenas nas grandes decisões nacionais. A vida acontece nas cidades e, em consequência, as mudanças na forma de consumo e nas decisões políticas deve ocorrer onde moram as pessoas e não apenas na esfera nacional”, defende Grajew, que foi um dos idealizadores do Fórum Social Mundial.

Ao final, Grajew lançou um desafio aos presentes. “Porto Alegre não é uma cidade qualquer. Porto Alegre tem um simbolismo internacional por seu histórico político e participativo. E por isto ela tem todas as condições de ser um exemplo de cidade sustentável para o mundo”.

Na abertura do evento, o presidente da Câmara Municipal, vereador Dr. Thiago Duarte (PDT), elogiou a iniciativa e destacou que “é preciso pensar uma cidade que não negue o desenvolvimento, mas que, conjuntamente, preserve o ser humano. Desenvolver não precisa ser sinônimo de depredar”.

Carta: Ao final do evento, a vereadora Jussara Cony (PCdoB), que coordenava a mesa de debates, leu uma carta que foi construída ao longo da tarde. No documento, o Fórum Parlamentar Municipal destaca a necessidade das Câmaras Municipais do país assumirem a função de protagonistas no processo de mudança social, chamando para si, entre outras responsabilidades, a fiscalização das contas públicas de forma efetiva e da execução das leis de sustentabilidade que são aprovadas e muitas vezes não postas em prática.

Participaram também do evento o vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, o  representante do Ministério do Meio Ambiente, Moacir Assunção, o diretor da Coordenação Nacional de Meio Ambiente, Moacir Assunção, o diretor da Itaipu Bi-nacional, Nelton Miguel Friedrich, o representante da Conam, Getúlio Vargas Neto, e os presidentes das associações de vereadores do Brasil e do Rio Grande do Sul, respectivamente, Gilson Conzatti e Antônio Inácio Bacarin.

Texto: Gustavo Ferenci (reg. prof. 14303) e a edição de Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

Anúncios