Tags

, , ,

Em seu segundo mandato consecutivo, o vereador Hélio Aparecido Godoy, mais conhecido como Helio Godoy, foi eleito pelo PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), nas eleições de 2008, com 6.384 votos. Em  2012, pelo PSD (Partido Social Democrático) foi o reeleito com 7.046 votos, sendo o vereador mais votado de Sorocaba.

É membro da Comissão de Ciência e Tecnologia Comissão de Ética e Decoro Parlamentar no mandato de 2013.

O vereador gastou do orçamento legislativo a quantia de R$ 84.959,30, na apresentação de 323 (trezentos e vinte e três) proposições, sendo aprovadas 71 (setenta e uma) proposições durante o seu mandato de 2009 até 2012. Atualmente possui 15 (quinze) Projetos de Lei e 1 (um) Projeto de Decreto Legislativo tramitando na Câmara Municipal. Atualmente possui 15 (quinze) Projetos de Lei e 1 (um) Projeto de Resoluçãotramitando na Câmara Municipal.

Em 2 de janeiro de 2013, deixou o cargo de vereador para exercer o cargo de secretário municipal de Habitação e Urbanismo de Sorocaba.

Gastos de Gabinete do vereador de 2009 / 2012

Gastos de Gabinete do vereador de 2009 / 2012

Proposições do vereador entre os anos de 2009 – 2012

Proposições do vereador entre os anos de 2009 – 2012

Abaixo descriminamos todos os gastos e produção legislativa de 2009 / 2012:

Helio Aparecido Godoy tem 47 anos. É casado e tem dois filhos. Nasceu em Itaporanga (SP) em uma família de 13 irmãos. Após sofrer um grave acidente de trabalho, aos 18 anos, no qual teve queimaduras de terceiro grau, mudou-se para São Paulo capital. Mora em Sorocaba desde 1989.

Formado em Ciências Econômicas pela Uniso (Universidade de Sorocaba) e aluno do terceiro ano de Direito pela mesma instituição, o vereador tem especialização em Administração Pública Municipal pela Fatec (Faculdade de Tecnologia de Sorocaba) e Direito Urbanístico pela Fadi (Faculdade de Direito de Sorocaba).

Integrante do Conselho de Leigos da Arquidiocese de Sorocaba, participa de várias comunidades católicas, pastorais sociais e cursos de casais. Sempre atuou também em comunidades de bairro, entidades sociais, associações de moradores, entidades culturais e sociedades esportivas, onde desenvolveu sua vocação para a política.

Ingresso na política: Membro do Executivo do PSDB Sorocaba, filiado desde 1992. Em 2004, foi convidado a disputar vaga no legislativo pelo partido, sendo eleito com 3.043 votos, 15º colocado na classificação geral em Sorocaba. Em 2005, presidiu a Comissão de Orçamento e Finanças e atuando fortemente no social.

Criou a Comissão de Regularização fundiária e Habitação Popular iniciando um novo período na vida do município dando prioridade a questão da habitação e a legalização de bairros e núcleos irregulares.

Em 2007, conquistou o prêmio “Melhor entre os melhores, tucano de ouro do PSDB”.

Em 2008, foi eeeleito vereador, com a maior votação entre os que disputaram a reeleição na Câmara, obtendo 6.384 votos, tendo votos em todos os bairros da cidade. Aprovou a Lei de Regularização Fundiária do município e outras importantes leis.

Em 2009, foi declarado vice-líder do prefeito Vitor Lippi, presidente de importantes comissões como: Orçamento e Finanças, Habitação e Regularização Fundiária, Acessibilidade, e ainda presidiu a Comissão de Alteração da Lei Orgânica do município. Coordenou a Frente Regional de Combate aos efeitos da Crise Financeira Internacional em Sorocaba e região.

Em 2010, Helio Godoy comunicou sua desfiliação do PSDB em 18 de junho de 2010, tornando-se um dos articuladores para a formação do PSD, colhendo assinaturas em Sorocaba para a criação do Partido de Gilberto Kassab. A convite do Prefeito de Itu Herculano Junior reuniu amigos e milhares de assinatiras em apoio ao PSD. Em setembro de 2011,  com a criação do novo Partido assumiu a presidência do PSD em Sorocaba.

Em 2012, a convite das lideranças do PSD foi pré candidato á prefeito de Sorocaba, desistindo em favor do candidato do PSDB.

O vereador Helio Godoy coloca o seu mandato como instrumento para que a população sorocabana alcance a justiça social. Na sua opinião, cabe ao parlamentar desenvolver propostas que diminuam ou que eliminem as desigualdades. Também é papel do representante da população aproximar o Poder Público das demandas populares.

Autor de 11 leis voltadas para a legalização de imóveis em Sorocaba, que foram consolidadas no Programa Municipal de Habitação em 2008 e que vão retirar 50 mil pessoas de áreas irregulares até o final de 2012.

A partir das leis de sua autoria, foram criadas na cidade 54 áreas de especial interesse social para fins de regularização. Nessas áreas, não só os proprietários de casas estão recebendo as escrituras definitivas, mas os donos de estabelecimentos comerciais e os responsáveis por templos e entidades também estão tendo acesso ao documento.

Fez parte da Comissão de Economia, da Finanças e Orçamento e da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar no mandato de 2012.

Nas eleições de 2008, arrecadou R$ 29.981,72 em doações de campanha. Até início de Setembro de 2012, tinha recebido R$ 8.500,00 de doações para a sua campanha (R$ 8.500,00 de Recursos próprios – http://wikipoliticos.com.br/HelioGodoy).

Sua declaração de bens de 2012 foi de R$ 430.000,00, enquanto em 2008 seus bens somavam o valor de R$ 142.000,00.

Durante o seu mandato de 2009 até 2012, o vereador gastou o valor de R$ XX de despesas de gabinete.

As Despesas de Gabinete de cada vereador são formadas por quatro quesitos: Xerox (Aluguel de Máquina Repográfica), Combustível, Materiais de Escritórios e Postagens (Selos para correspondência), conforme a Resolução n.º 304, de 17 de Junho de 2005 e Resolução n.º 312, de 05 de Dezembro de 2006.

As Despesas de Gabinete do vereador em Sorocaba, no ano de 2009 foi de R$ 22.457,20, em 2010 foi de R$ 21.124,60, em 2011 foi de R$ 21.135,90, em 2012 foi de R$ 20.241,60, totalizando os gastos do seu mandato (2009/2012) no valor de R$ 84.959,30.

Sendo gastos em seu mandato, o valor de R$ 8.662,72 em Xerox; R$ 22.857,09 em Combustível; R$ 33.463,14 em Materiais de escritórios; e R$ 19.976,35 em Selos, durante o seu mandato de 2009 / 2012.

Total dos Gastos de Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

Total dos Gastos de Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

No quesito Gastos com o aluguel de Máquina Repográfica (Xérox), o vereador gastou no ano de 2009 foi de R$ 2.213,28, em 2010 foi de R$ 2.213,28, em 2011 foi de R$ 2.554,12, em 2012 foi de R$ 1.682,04, totalizando os gastos do seu mandato (2009/2012) no valor de R$ 8.662,72.

Total dos Gastos de Xerox no Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

Total dos Gastos de Xerox no Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

No quesito Gastos de Combustíveis”, o vereador gastou no ano de 2009 foi de R$ 5.444,66, em 2010 foi de R$ 5.644,71, em 2011 foi de R$ 7.969,18, em 2012 foi de R$ 3.798,54, totalizando os gastos do seu mandato (2009/2012) no valor de R$ 22.857,09.

Foi o vereador que mais gastou nos meses de Fevereiro (R$ 400,86), Agosto (R$ 522,98), Setembro (R$ 574,47), Outubro (R$ 732,09), Novembro (R$ 553,05), Dezembro (R$ 545,49) de 2009, sendo que foi o que mais gastou em 2009, neste quesito. Em 2010,  foi nos meses de Abril (R$ 546,88), Maio (R$ 564,68), Outubro (R$ 414,81), Novembro (R$ 615,37) de 2010, sendo o vereador que mais gastou neste ano. Em 2011,  foi nos meses de Agosto (R$ 1.293,18), Outubro (R$ 1.147,58), Novembro (R$ 478,84), Dezembro (R$ 540,46), sendo o vereador que mais gastou neste ano. Em 2012,  foi no mês de Dezembro (R$ 332,95).

Total dos Gastos de Combustíveis no Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

Total dos Gastos de Combustíveis no Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

No quesito Gastos com Materiais de Escritórios”, o vereador gastou no ano de 2009 foi de R$ 8.792,31, em 2010 foi de R$ 10.068,01, em 2011 foi de R$ 7.132,55, em 2012 foi de R$ 7.470,27, totalizando os gastos do seu mandato (2009/2012) no valor de R$ 33.463,14.

Foi o vereador que mais gastou nos meses de Fevereiro (R$ 1.192,13) e Setembro (R$ 1.651,23) de 2009. Em 2010, foi nos meses de Abril (R$ 1.493,40) e Setembro (R$ 763,44).

Total dos Gastos de Escritórios no Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

Total dos Gastos de Escritórios no Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

No quesito Gastos com Selos para Correspondência (Postagens)”, o vereador gastou no ano de 2009 foi de R$ 6.006,95, em 2010 foi de R$ 3.198,60, em 2011 foi de R$ 3.480,05, em 2012 foi de R$ 7.290,75, totalizando os gastos do seu mandato (2009/2012) no valor de R$ 19.976,35.

Foi o vereador que menos gastou nos meses de Julho, Agosto e Setembro de 2010, e no mês de Outubro de 2012, com o gasto de R$ 0,00.

Total dos Gastos de Postagens no Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

Total dos Gastos de Postagens no Gabinete do Vereador no mandato de 2009 / 2012

Também contabilizamos todas as proposições apresentadas pelo vereador, durante o mandato de vereador (Janeiro de 2009 até Dezembro de 2012).

Proposições apresentadas durante o mandato (2009/2012) do vereador

Proposições apresentadas durante o mandato (2009/2012) do vereador

O vereador apresentou 323 (trezentos e vinte e três) proposições, sendo que foram aprovadas 71 (setenta e um) proposições durante o seu mandato:

Proposições apresentadas e aprovadas durante o mandato (2009/2012) do vereador

Proposições apresentadas e aprovadas durante o mandato (2009/2012) do vereador

  • Em 2009, foram apresentados 2 (dois) Projetos de Decreto Legislativo e 17 (dezessete) Projetos de Lei Ordinária, sendo aprovados 2 (dois) Projetos de Decreto Legislativo e 14 (catorze) Projetos de Lei Ordinária. Sendo Arquivados 1 (um) Projeto de Lei. Projetos Prejudicados foi 1 (um) Projeto de Lei. Projetos em Tramitação é 1 (um) Projeto de Lei.
Proposições apresentadas durante o mandato 2009 do vereador

Proposições apresentadas durante o mandato 2009 do vereador

  • Em 2010, foram apresentados 6 (seis) Projetos de Decreto Legislativo, 24 (vinte e quatro) Projetos de Lei Ordinária, 1 (uma) Moção e 1 (um) Projeto de Resolução, sendo aprovados 5 (cinco) Projetos de Decreto Legislativo, 16 (dezesseis) Projetos de Lei Ordinária e 1 (um) Projeto de Resolução. Sendo Arquivados 4 (quatro) Projetos de Lei. Projetos em Tramitação são 4 (quatro) Projetos de Lei e 1 (um) Projeto de Decreto legislativo. (Não contabilizamos a Moção como aprovado devido não estar disponível esta informação).
Proposições apresentadas durante o mandato 2010 do vereador

Proposições apresentadas durante o mandato 2010 do vereador

  • Em 2011, foram apresentados 8 (oito) Projetos de Decreto Legislativo, 21 (vinte e um) Projetos de Lei Ordinária, 1 (uma) Moção e 1 (um) Projeto Emenda à Lei Orgânica, sendo aprovados 6 (seis) Projetos de Decreto Legislativo, 16 (dezesseis) Projetos de Lei Ordinária e 1 (um) Projeto de Emenda à Lei Orgânica. Sendo Arquivados 1 (um) Projetos de Lei e 2 (dois) Projetos de Decreto Legislativo. Projetos em Tramitação são 4 (quatro) Projetos de Lei. (Não contabilizamos a Moção como aprovado devido não estar disponível esta informação).
Proposições apresentadas durante o mandato 2011 do vereador

Proposições apresentadas durante o mandato 2011 do vereador

  • Em 2012, foram apresentados 6 (seis) Projetos de Decreto Legislativo, 9 (nove) Projetos de Lei Ordinária, 1 (uma) Moção, 1 (um) Projeto de Emenda à Lei Orgânica, 76 (setenta e seis) Requerimentos e 148 (cento e quarenta e oito) Indicações, sendo aprovados 6 (seis) Projetos de Decreto Legislativo, 1 (um) Projeto de Emenda à Lei Orgânica, e 3 (três) Projetos de Lei Ordinária.  Projetos em Tramitação são 6 (seis) Projetos de Lei. (Não contabilizamos a Moção como aprovada devido não estar disponível esta informação).
Proposições apresentadas durante o mandato 2012 do vereador

Proposições apresentadas durante o mandato 2012 do vereador

Polêmicas: Em 2010 votou a favor do aumentou do próprio salário em mais de 90 %, que passaria de R$ 7.800 (sete mil e oitocentos reais) para R$15.000 (quinze mil reais), a partir de 2013, revogado em sessão extraórdinária em 04/01/2011.

Em 2011 votou a favor da criação do sexto cargo de assessor, que custa quase R$ 1 milhão a mais por ano do orçamento municipal.

Em 2012, a Vara da Fazenda Pública acatou e deu início à ação de improbidade administrativa impetrada pelo Ministério Público do Estado (MPE) em 2012, contra os vereadores Hélio Godoy (PSD), Caldini Crespo (DEM) e Emílio Ruby (PSC), por uso indevido de carros oficiais do Legislativo.

Recebe um salário mensal de R$ 8.886,71 (Oito mil e oitocentos e oitenta e seis reais e setenta e um centavos) e tem seis assessores. Um é o chefe de gabinete que recebe R$ 4.488,13 (R$ 3.205,81 de salário base + R$ 1.282,32 de 40%  de gratificação) e os outros são assistentes parlamentares com remuneração de R$ 3.590,50 (R$ 2.564,64 de salário base + R$ 1.025,86 de 40%  de gratificação) por mês.

O cidadão pode entrar em contato com o vereador pessoalmente na Avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, 3041, Alto da Boa Vista – Segundo andar. Fone: (15) 3238.2311 e o e-mail:sehab@sorocaba.sp.gov.br.

Possui site: http://www.heliogodoy.com.br,  Blog:http://www.heliogodoy.blogspot.com/Twitter: http://twitter.com/heliogodoy, e Facebook: http://www.facebook.com/helio.godoy.75.

Fonte: Site da Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios