Tags

, , , , ,

O Jornal Ipanema publicou neste sábado (09/06/2012), uma pesquisa eleitoral com os pré-candidatos à Prefeitura de Sorocaba nas eleições deste ano.

Além das intenções de votos dos eleitores no primeiro e – como indicaram os dados da primeira pesquisa – segundo turnos, a pesquisa mediu também o índice de aprovação do governo do atual prefeito Vitor Lippi (PSDB).

A pesquisa eleitoral realizada pelo instituto Solis Pesquisas, encomendada pelo Sistema Regional de Radiodifusão Ltda. (Jovem Pan), mostra que se as eleições municipais fossem hoje, o próximo prefeito de Sorocaba tenderia a ser definido apenas no segundo turno, no dia 28 de outubro.
A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em 31 de maio, sob o protocolo SP-00063/2012, foi realizada entre os dias 1 e 3 de junho, ouviu 420 pessoas e tem margem de erro de 4,88 pontos percentuais para mais ou para menos (veja mais detalhes abaixo).
Realizada antes das convenções partidárias, que vão oficializar os nomes dos candidatos, a pesquisa estimulada elencou os seguintes pré-candidatos à prefeitura de Sorocaba: Antonio Carlos Pannunzio (PSDB), Helio Godoy (PSD), Iara Bernardi (PT), Raul Marcelo (PSOL) e Renato Amary (PMDB). Convém ressaltar que no domingo (3), último dia de entrevistas da pesquisa, Godoy anunciou a retirada de sua pré-candidatura.
Na pesquisa estimulada, com este cenário, Renato Amary tem 39,76% dos votos, seguido da petista Iara Bernardi, com 13,57%. Antonio Carlos Pannunzio aparece com ligeira desvantagem: 13,33% e, em seguida, Raul Marcelo com 11,67%. Helio Godoy, que desistiu da disputa, receberia o voto de 1,90% dos votos se a eleição fosse hoje. Votos em branco e nulo somam 8,33%. Já os indecisos somam 11,43%.
Considerando que a margem de erro da pesquisa é de 4,88% para mais ou para menos, Iara Bernardi, Pannunzio e Raul Marcelo estariam tecnicamente empatados. A tendência de segundo turno existe porque a soma da intenção de votos de todos os pré-candidatos é menor do que  50% mais um obtido por Amary.
Número de indecisos chega perto de 70%
Há aproximadamente quatro meses das eleições municipais, que acontecem no dia 7 de outubro, e às vésperas do período de convenções partidárias é grande o número de eleitores ainda indecisos. Em uma simulação espontânea, isto é, quando uma pergunta é feita aos entrevistados, mas não é dada nenhuma alternativa para a resposta, o total de eleitores indecisos é de 69,76%.
Diante da pergunta: “se a eleição para prefeitura de Sorocaba fosse hoje, em quem você votaria?”, o pré-candidato do PMDB, Renato Amary, obteve 11,43% das intenções de voto, seguido pelo atual prefeito, Vitor Lippi (PSDB), com 10%. Lippi, que está no último ano de seu segundo mandato consecutivo, não pode disputar a reeleição.
Ainda na metodologia espontânea, o pré-candidato Antonio Carlos Pannunzio, do PSDB, tem 2,38% e Iara Bernardi, 1,67%. O pré-candidato do Psol, Raul Marcelo, aparece com 0,24%.
A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em 31 de maio, sob o protocolo SP-00063/2012, foi realizada entre os dias 1 e 3 de junho, ouviu 420 pessoas e tem margem de erro de 4,88 pontos percentuais para mais ou para menos.
Pesquisa avalia índice de rejeição dos pré-candidatos
“Se a eleição para prefeitura de Sorocaba fosse hoje e forem estes os candidatos, em qual deles você não votaria em hipótese alguma?” A pergunta, feita juntamente com a apresentação de um disco, com os nomes dos cinco pré-candidatos, tem como objetivo aferir o índice de rejeição dos postulantes à sucessão do prefeito Vitor Lippi.
Renato Amary (PMDB) tem a maior taxa de rejeição do eleitorado sorocabano, com 21,90%, seguido por Iara Bernardi (PT), com 16,90%. Já Raul Marcelo (PSOL) tem o índice mais baixo entre os pré-candidatos apresentados: 5,71%.
Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) ocupa a terceira posição no quisito rejeição, com 16,43%. O então pré-candidato do PSD, Helio Godoy, que acabou retirando a sua pré-candidatura, tem 12,86% de rejeição. Por fim, 26,19% dos entrevistados disseram que não rejeitariam nenhum dos pré-candidatos apresentados na pesquisa estimulada.
Pesquisa ouviu 420 eleitores em três dias
Registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no dia 31 de maio, sob o protocolo SP-00063/2012, a pesquisa foi realizada pelo instituto Solis Pesquisa, nos dias 1, 2 e 3 de junho de 2012 com 420 moradores de Sorocaba maiores de 16 anos e eleitores no município.
A pesquisa é quantitativa e foi realizada a partir de entrevistas pessoais e domiciliares, com aplicação de questionário eletrônico, por meio de aparelhos “palm top” para captação dos dados.
As quotas amostrais foram proporcionais às variáveis representativas ao perfil demográfico, considerando selecionáveis pelo método PPT: sexo e idade, e de forma aleatória: grau de instrução e renda familiar. Em relação à ponderação, devido à metodologia amostral adotada, os fatores de ponderação foram aplicados a todas as variáveis (sexo, idade, grau de instrução e nível socioeconômico), assumem valor igual a 1 (um).

Margem de Erro
O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima estimada considerando um modelo de amostragem aleatório simples é de 4,88 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.
No ar e na rede
A metodologia completa bem como as diversas simulações de intenção de votos, estratificadas por idade, renda e região da cidade, podem ser conferidas no portal do Jornal Ipanema de 09/06/2012.
Já a repercussão dos resultados apresentados na pesquisa, com entrevistas com os pré-candidatos, você confere ao longo da semana no Jornal da Manhã da Jovem Pan.
Anúncios