Tags

,

Os vereadores José Francisco Martinez (PSDB), Moko Yabiku (PSDB), Ditão Oleriano (PMN), Luis Santos (PMN), Vitor du Super José (PRP) e Neusa Maldonado (PSDB), acompanharam na manhã do dia 18/05/2012, o lançamento de um projeto inédito no município, o Programa Integra Bike Sorocaba, realizado na Praça Coronel Fernando Prestes, na região central.

Este final de semana, a equpe NaveOrg utilizou este sistema alternativo, apesar que aos finais de semana o cidadão sorocabano não dispunha de local para realizar o cadastro (somente de segunda á sexta e horário comercial, deveria ter posto nos terminais).

Veja as fotos do IntegraBike em http://migre.me/9bfZc.

Cnheceram o funcionamento do sistema, que já foi implantado com sucesso em Paris, Londres e no Rio de Janeiro, sendo Sorocaba a primeira a não cobrar pelo serviço à população.

Nessa fase inicial 120 bikes estão disponíveis, com 15 pontos de estacionamento em locais estratégicos na cidade. Os equipamentos  poderão ser utilizados por qualquer cidadão cadastrado no sistema de transporte coletivo e que possua o cartão da Urbes.

O cadastro será feito por tempo indeterminado e  pode ser solicitado nos postos de atendimento das Casas do Cidadão e na Central de Atendimento do Terminal São Paulo, infelizmente é somente de segunda a sexta-feira, das 09 ás 16 hs.

Para se cadastrar é necessário ter mais de 18 anos, saber andar de bicicleta, conhecer e respeitar as regras de circulação de trânsito e possuir um dos cartões válidos do transporte coletivo de Sorocaba (Vale Transporte, Cidadão, Estudante, Sênior e outros).

É exigida a apresentação de um dos cartões válidos do sistema de transporte coletivo sorocabano e um documento com foto (RH, carteira profissional, carteira de trabalho, CNH). O interessado também precisará ler o regulamento de uso do IntegraBike, acessando http://www.urbes.com.br/integrabike/relintegra.pdf.

Locais das estações (veja as bicicletas disponíveis neste momento em http://ww2.mobilicidade.com.br/sorocaba/mapaestacao.asp):

01. Praça Frei Baraúna com 08 biciletas;

02. Praça Coronel Fernando Prestes com 08 biciletas;

03. Praça Carlos de Campos com 08 biciletas;

04. Praça Nove de Julho com 08 biciletas;

05. Barão do Rio Branco com a rua XV de Novembro com 08 biciletas;

06. Praça do Canhão com 08 biciletas;

07. Ponte da Rua XV (Rua Leopoldo Machado com a Rua XV de Novembro) com 08 biciletas;

08. Praça do Rosário com 08 biciletas;

09. Rua Barão Do Rio Branco com a Rua Dr. Álvaro Soares com 08 biciletas;

10. Praça Do Relógio com 08 biciletas;

11. Praça da Bandeira com 08 biciletas;

12. Praça Adolpho Hanickel com 08 biciletas;

13. Avenida Ipanema com 08 biciletas;

14. Avenida Itavuvu com 08 biciletas;

15. Avenida Angélica com a Avenida Ipanema com 08 biciletas;

O projeto custou inicialmente R$ 708 mil, sendo que é para instalação de 15 estaçoes e aquisição de 120 bicicletas em 12 meses. Uma média de R$ 59.000 mensais para manutenção deste projeto. O valor de cada bicicleta é de R$ 1.350,00, totalizando o gasto de R$ 162 mil em bicicletas. Não encontramos descrito em nenhum lugar o valor gasto na implantação das estações e com manutenção do projeto.

E quanto tempo posso ficar com a bicicleta? Você terá uma hora para usar a bicicleta e devolve-la em qualquer estação do INTEGRABIKE!

O sistema controla o tempo de uso da bicicleta? Portanto, ATENÇÃO! Se você ultrapassar o prazo de uma hora para devolvê-la, seu cartão de transporte será automaticamente bloqueado para uso no INTEGRABIKE, até você fazer a devolução EM QUALQUER ESTAÇÃO DO INTEGRABIKE e regularizar a situação.

Mais se eu precisar usar a bicicleta mais de UMA HORA? As bicicletas do INTEGRABIKE serão emprestadas por períodos de UMA HORA. Se você precisar usar a bicicleta por mais tempo, basta devolvê-la antes do vencimento do período e aguardar no mínimo 15 minutos para fazer a próxima retirada. Seguindo esse critério, cvocê pode utilizar quantas bicicletas precisar no mesmo dia, dentro do período de funcionamento do sistema (das 06h às 22h).

Como se cadastrar?  Os usuários do transporte coletivo que já dispõem do Cartão do Transporte devem ir até o terminal São Paulo ou uma das unidades da Casa do Cidadão para assinar o termo de responsabilidade e se cadastrar no sistema. Quem ainda não possui, basta fazer o cartão e pagar uma taxa de R$ 5,60, correspondente a duas tarifas de ônibus e se cadastrar. Não existe custo ou limite de uso do sistema. O cadastro só é permitido para pessoas com idade acima de 18 anos.

Como usar a bicicleta?  O usuário deve aproximar o Cartão de Transporte já cadastrado no leitor digital instalado nas estações para que a bicicleta seja liberada automaticamente. Para devolver, basta se dirigir a qualquer estação (não precisa ser a mesma que fez a retirada) e encaixar o veículo no terminal. O sinal de que a devolução foi efetivada é uma luz verde piscando.

Qual é o tempo de uso?  Cada usuário poderá usar a bicicleta durante uma hora. O sistema operacional controla esse tempo de uso, informando qual o período que a pessoa esteve com a bicicleta. Quem ultrapassar o tempo de uma hora terá o Cartão do Transporte bloqueado (mas poderá continuar a usar os ônibus) até fazer a regularização. A multa para atraso de até duas horas é de R$ 5. De duas a três horas é de R$ 10 e de três a 24 horas, será cobrado o valor da bicicleta (R$ 1.350). O usuário também tem a possibilidade de devolver a bicicleta dentro do prazo de uma hora e fazer uma nova retirada depois de 15 minutos.

Como realizar consultas on-line?  O sistema on-line permite que os usuários possam consultar pela internet a disponibilidade de bicicletas nas estações em tempo real, além de conhecer os locais de cada unidade e dados necessários para o cadastramento. O acesso ao sistema pode ser feito pelo site: http://www.urbes.com.br

Fonte: Site da Câmara Municipal de Sorocaba e Jornal Cruzeiro do Sul de 19/05/2012

Anúncios